Segurança no comércio eletrônico

As estratégias de prevenção de fraude no comércio eletrônico são um verdadeiro exercício para evitar atividades fraudulentas, cobranças indevidas e minimizar falsas recusas, além de proporcionarem uma experiência positiva com um o mínimo incômodo para o cliente.

Na medida em que a tecnologia EMV passa a ter uma maior aceitação em todo o mundo, os fraudadores estão mudando seu foco para o caminho que apresenta menor resistência. Os índices de fraude com cartão não presente estão aumentando em todo o mundo.

O 3D Secure é parte de um programa de segurança de comércio eletrônico, como uma medida de prevenção de fraude para ajudar a proteger as empresas e os clientes de roubo de dados quando realizam compras on-line.

O protocolo tornou-se uma experiência de compra on-line muito mais segura e transparente que conduz a uma experiência de usuário mais positiva e sem atrito.

A tecnologia EMV 3D Secure é administrada pelo consórcio EMVCo.

CARACTERÍSTICAS DO HST 3D-SECURE

Certificado por EMVCo
Certificado por PCI 3DS
Solução ACS baseada na nuvem
Integrado ao sistema do emissor
Compatível com versões 1.0 e 2.0
Múltiplos métodos de autenticação
Integrado à Risk Based Authentication (RBA) dos emissores
logo-mastercard
Painel de Controle, Relatórios e Análise

Principais Benefícios

  • Melhor experiência do usuário por meio de:
    • Tomada de decisões inteligentes baseadas em análise Risk Based Authentication (RBA);
    • Integração com múltiplos canais:
      • Smartphones;
      • Tablets;
      • Dispositivos IoT.
    • Permite que os emissores ofereçam autenticação Out-of-Band (OOB), se disponível;
    • Tempo de transação mais rápido ao fazer as autenticações de forma mais veloz;
  • Melhor tomada de decisões para otimizar a segurança – redução da fraude;
  • Redução de falsas recusas;
  • Melhora nas vendas devido a uma menor desistência de compra.
Passo 01

Uma vez que o usuário insere os detalhes da sua conta, o serviço 3D Secure do comerciante passa os dados de mensagens e transações para o emissor.

Passo 02

O HST ACS do emissor avalia o risco e pode solicitar ao usuário que verifique sua identidade.

  • Baixo risco (aproximadamente 85% de todas as transações): não exigem verificação adicional e têm como resultado um fluxo sem atrito.
  • Alto risco – exigirá verificação adicional do cliente
Passo 03

O emissor envia o resultado da autenticação ao comerciante.

Passo 04

O comerciante envia a transação para a autorização com um indicador do resultado da autenticação.

Passo 05

O resultado é uma melhor experiência para o usuário, economizando tempo e reduzindo o incômodo e o abandono do carrinho de compras.

BAIXAR
CATÁLOGO