dispositivos wearable pay

A conveniência dos pagamentos contactless – Soluções Wearable Pay

De relógios, pulseiras e óculos, os dispositivos e as soluções wearable pay estão em alta. O atrativo desses produtos ao consumidor é simples de entender, eles levam a conveniência de pagamentos ao seu limite. Basta aproximar o dispositivo do canal de pagamento que a transação é concluída de forma quase instantânea. 

O atrativo para os emissores de cartão, que implementam a tecnologia de wearable pay, consiste em se diferenciar da concorrência, promovendo diferentes formas de pagamentos digitais e assim conquistando uma nova geração de consumidores. 

Os consumidores brasileiros estão cada vez mais propensos a trocarem de comércios e serviços, que não oferecem opções de pagamentos sem contato. Como citado no estudo Visa Back to Business de 2021, que afirma que mais de 60% dos consumidores estão dispostos a trocar de serviço que não oferece nenhuma forma de pagamento contactless.

A segurança da transação por dispositivos wearables é garantida pela tecnologia de tokenização, que substitui o número do cartão (PAN) por um token, possibilitando o armazenamento da informação do cartão com segurança e possibilitando pagamentos livres de fraudes.

 

O crescimento dos pagamentos por aproximação e das soluções wearable pay

Para se ter ideia da força dos pagamentos por aproximação, o método cresceu 649% no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços).

Conforme as tecnologias wearable pay se desenvolvem e ficam mais versáteis, e a aceitação dos consumidores a novas formas de pagamentos continua a crescer, as oportunidades de mercado para emissores será cada vez mais significante.

Em 2019, as transações globais feitas com wearable pay movimentaram US$ 285.47 bilhões, com projeção que esse valor chegue a US$1.37 trilhões em 2027.

 

Wearable Pay: dispositivos ativos e passivos 

Com a aceitação do consumidor aos dispositivos wearables, emissores e fabricantes têm conseguido alcançar a oportunidade de desenvolver novos e inovadores produtos para o mercado.

De forma simples, os dispositivos wearable pay podem ser divididos em duas categorias distintas.

Dispositivos ativos: dispositivos totalmente conectados que oferecem aos usuários funcionalidades que vão além do pagamento, como os relógios para exercício físico.

Dispositivos passivos: geralmente desenvolvidos para acessórios de moda, como pulseiras e anéis com a função exclusiva de pagamento.

Os recursos de pagamento desses dispositivos são fornecidos por três métodos:

  • Adesivos.
  • Chips e tags.
  • Totalmente integrado.

O método totalmente integrado são dispositivos específicos e combinações de aplicativos que fornecem integração entre wearable e um método de pagamento.

Adesivos, chips e etiquetas muitas vezes dependem de um telefone celular com um aplicativo para carregar um saldo ou para se conectar à conta bancária de um cliente.

A escolha entre os dispositivos, é claro, depende muito das necessidades do usuário.

 

Conveniência, segurança e controle: como as soluções wearable atendem às mudanças de necessidades do consumidor.

Pagamentos wearable atendem a uma necessidade principal: conveniência. Com eles é possível pagar por bens e serviços com um simples movimento do pulso. É muito mais rápido e fácil do que entregar dinheiro ou digitar senhas. E embora a diferença possa ser relativamente pequena, os wearables oferecem maior conveniência do que cartões sem contato e aplicativos de pagamento móvel – eliminando a possibilidade de se atrapalhar com uma carteira, bolsa ou telefone.

Conheça nossas soluções de tokenização para inovar na experiência do cliente de sua instituição financeira.

https://www.hst.com.br/pt-br/solucoes/tokenizacao-de-cartao/

Leave a Comment